RESTOS MORTAIS DE EDUARDO CAMPOS


 

 / Foto: Guga Matos/JC Imagem

O cortejo fúnebre para o Palácio do Campo das Princesas com os corpos do ex-governador Eduardo Campos, do jornalista Carlos Percol e do fotógrafo Alexandre Severo, deixou a base aérea do Recife por volta de 0h e segue por 10 bairros do Recife a uma velocidade de 20 km/h. No Palácio, os restos mortais das vítimas serão velados até a tarde deste domingo (17). O caixão do cinegrafista Marcelo Lyra será diretamente encaminhado ao Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife. O avião que trazia os quatro caixões pousou na base aérea  às 23h05.

Com o punho direito cerrado, os filhos de Eduardo Campos retribuem os aplausos dos pernambucanos. O gesto era uma marca do ex-governador. Bandeiras de Pernambuco e do Brasil vestem a Avenida Mascarenhas de Morais. Ao longo da via, população sauda Eduardo Campos como presidente. Centenas de carros, motos e até bicicletas se integram ao cortejo que mobiliza pessoas de todas as idades, inclusive torcedores do Náutico, clube ao qual Eduardo torcia. Populares fazem referência ao avô do ex-governador Miguel Arraes durante o trajeto.

Na frente do aeroporto e em todo trajeto previsto para os carros de Bombeiros passarem, a população acompanha o cortejo. Uma enorme comitiva de parentes, amigos e autoridades saiu da base aérea para acompanhar o comboio de viaturas.

Em frente ao Palácio do Campo das Princesas, a multidão grita: “Eduardo, guerreiro do povo brasileiro!”. O deputado federal  Beto Albuquerque (PSB-PE), líder do partido na Câmara dos Deputados, estava no meio da multidão, na frente do Palácio, e declarou que a sigla irá seguir os ideais de Eduardo Campos e que só tomará alguma decisão após a reunião marcada para a próxima quarta-feira (20). O presidenciável Eduardo Jorge (PV) também estava no local e disse que apelou ao ministro Dias Tóffoli, do TSE, para adiar o início do guia eleitoral, mas não houve acordo entre os partidos.

Um grupo de familiares e amigos, entre eles a viúva Renata Campos, os cinco filhos, a mãe de Eduardo, a ministra do TCU Ana Arraes, a vice da chapa, Marina Silva, o governador de Pernambuco, João Lyra, recebeu os restos mortais na pista da base aérea do Recife.

O caixão de Eduardo Campos foi carregado pelos filhos mais velhos do ex-governador, João e Pedro, por João Lyra, pelo candidato ao Senado da Frente Popular, Fernando Bezerra Coelho, o vice da chapa para o governo do Estado, Raul Henry, o candidato a governador pelo PSB, Paulo Câmara, o conselheiro do TCE, Marcos Loreto, entre outros. O governador João Lyra e integrantes da chapa vieram no avião. Cerca de 60 pessoas, entre parentes e amigos, aplaudiram a chegada.

Os caixões do fotógrafo Alexandre Severo e do jornalista Carlos Percol estão sendo conduzidos ao Palácio em outro carro de Bombeiros. O ataúde de Percol foi recebido por seus familiares, tendo à frente sua viúva, a jornalista Cecília Ramos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s