BANQUEIROS


Até perto dos 60, 70 anos, eles foram muito poderosos. Comandavam bilhões em seus bancos. Influenciavam a política regional e nacional. Foram senadores, deputados, ministros de presidentes como Ernesto Geisel, João Goulart e Itamar Franco. O boné do maior ídolo brasileiro da Fórmula 1 estampava a marca de um deles, o Nacional. 

O tempo passa, o tempo voa e o slogan do Bamerindus está até hoje gravado na memória de toda uma geração. Voaram quase duas décadas desde que os cinco ex-banqueiros do Proer perderam o poder, com a quebra de seus bancos e até acusações de fraude. 

No retrato atual da contabilidade, entretanto, já com a idade entre 80 e 90 anos, eles estão vendo o fim deste processo e continuam milionários. Mesmo durante os tempos mais difíceis, os banqueiros mantiveram excelente padrão de vida. Nenhum deles, mesmo os condenados, foi para a prisão porque ainda cabem recursos. 

Na parte da liquidação de seus bancos, o fim desta história começou a se dar de 2012 para cá quando saiu o acordo do Bamerindus com o Fundo Garantidor de Crédito e começaram as homologações do programa de descontos de dívida para Econômico, Nacional, Banorte e Mercantil. Para não privilegiar um ou outro ex-banqueiro, organizamos este epílogo por ordem alfabética. 

Caímos então no pé-de-valsa, o baiano Ângelo Calmon de Sá, 78 anos, casado há 50 anos e ainda apaixonado por sua Anna Maria, a ex-miss Bahia. Pai de cinco filhos, entre eles o presidente para a América Latina da poderosa ABInbev, o ex-dono do Banco Econômico e ex-ministro de Geisel esbanja vitalidade e gostos caros. Os cabelos pretos, mais negros que o do ministro Edison Lobão, são sua marca da vaidade. É apreciador dos melhores e mais caros vinhos franceses como os Premiers Grands Crus de Bordeaux, Romanèe Conti, Petrvs. Uma garrafa destas não sai por menos de R$ 10 mil. 

Na última sexta-feira, estava na Itália, jantando com sua esposa e de onde, por telefone, disse à reportagem do Estado que aceitou o acordo com o BC porque aprendeu com seu pai que é melhor um mau acordo do que uma boa briga. 

Não muito longe da Bahia, no Recife, Pernambuco, toda manhã, o ex-ministro de Jango vai à sede do agora Mercantil de Investimentos. Aos 88 anos, Armando Monteiro Filho, pai do senador que tem o Neto no fim do nome, costuma receber vereadores do interior para aconselhamentos políticos. Vive em um apartamento no melhor endereço da cidade, a praia de Boa Viagem, e recebeu no ano passado sua parte na liquidação, que foi encerrada. Mesmo antes, vivia bem, com R$ 70 mil por mês do arrendamento de uma usina de álcool, conta seu neto e advogado, Sérgio Cavalcanti.

Ainda no Recife, é possível visitar o espetacular solar na Avenida Rui Barbosa que pertenceu ao ex-dono do Banorte, Jorge Amorim Baptista da Silva, 90 anos e saúde debilitada. Seu genro, Mariano Teixeira, responsável por cuidar das questões do banco, não quis dar informações ou falar sobre o assunto. Na cidade, ao contrário de Monteiro, Baptista é pouco lembrado. 

No Sul do País, José Eduardo Andrade Vieira, o ex-dono do Bamerindus, está de mudança de uma fazenda na região de Londrina que deve ser vendida em breve. Sua meta é voltar à cidade para investir no ramo imobiliário. Ex-senador, o banqueiro conhecido como Zé do Chapéu afirma ter sido uma das principais peças na eleição do presidente Fernando Henrique Cardoso, ao costurar o apoio do PFL. 

Aos 74 anos, disse, em entrevista ao Estado, que guarda muita mágoa de FHC e do ex-ministro da Fazenda Pedro Malan. Este último teria, segundo ele, espalhado boatos que ajudaram a quebrar o Bamerindus. Andrade Vieira não responde a nenhum processo criminal. Em função de uma disputa com sua ex-esposa não conseguiu liberar os bens, disponíveis após o acordo com o FGC. 

No Rio de Janeiro, encontra-se Marcos Catão de Magalhães Pinto, dono do Banco Nacional, reconhecido como patrocinador de Senna. Aos 78 anos, vive recluso numa luxuosa mansão no Alto Gávea e teve no mês passado passagem relâmpago pela prisão. Seu advogado Sérgio Bermudes, proíbe que qualquer pessoa da família dê entrevistas. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s