Desenvolvimento Energético


O Ministério da Fazenda, por meio da sua assessoria de imprensa, informou que a emissão de R$ 799,9 milhões em títulos para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), terá impacto nas contas do governo central em agosto. Segunda a assessoria, o pagamento à CDE por meio de papéis públicos representa uma despesa primária. Sem detalhar, a Fazenda disse que se trata de uma forma de “pagamento mais simples”.

A Fazenda explicou que o valor das emissões mensais depende do fluxo da CDE, mas não descreveu esses fluxos mensais. Por se tratar de despesa primária, o ministério declarou que a emissão de títulos está em linha com a decisão do titular da Pasta, Guido Mantega, de proibir o financiamento da CDE com recebíveis de Itaipu que a União tem direito. Os recebíveis foram usados pelo governo para financiar a CDE, mas a medida acabou bastante criticada, o que levou o governo a recuar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s