MERCADANTE


O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, tornou-se uma espécie de porta-voz não oficial do governo federal ao comentar diversos assuntos do dia. Isso, de acordo com o colunista da revista Veja, Lauro Jardim, está causando desconforto  dentro do governo Dilma.

De acordo com  o colunista, a ministra da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti,  “não esconde de ninguém o incômodo com o jeito Aloizio Mercadante de ser”. “Ideli não engole o estilo nada humilde de Mercadante e, aos mais próximos, o define como um ‘entrão’, que distribui palpites e opiniões onde não é chamado. O problema é que Dilma Rousseff dá todos os sinais de não pensar o mesmo”. 

IDHM – Ontem, Mercadante disse que é preciso “olhar com mais atenção e mais generosidade” a situação dos municípios que tiveram os piores resultados no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em 2010, divulgado  pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Segundo o ministro, mesmo as cidades que têm IDHM considerado muito baixo, entre 0 e 0,49, tiveram evolução nos indicadores de educação, saúde e renda nos últimos anos.

 “A gente tem que olhar de onde elas partiram, porque a disparidade ainda é muito grande no Brasil. Mas mesmo as (cidades) que estão longe do que é o nosso ideal estão evoluindo de forma impressionante e isso precisa ser registrado”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s