Tráfico internacional de mulheres


Cinco pessoas foram presas na Espanha, entre elas uma brasileira acusadas de tráfico internacional de mulheres em uma operação conjunta entre a Polícia Federal e a polícia espanhola realizada na terça-feira (9). Outros quatro suspeitos ainda estão foragidos. Em balanço divulgado nesta quarta, 10, a PF informou que entre as vítimas resgatadas estão cinco brasileiras: três de Goiás, uma do Paraná e outra do Rio de Janeiro.

Segundo as investigações, as mulheres eram atraídas com falsas promessas de trabalho no exterior e, ao chegar ao país, eram obrigadas a se prostituir em boates da quadrilha para o pagamento da dívida da viagem. No Brasil, moradoras de Goiás eram o principal alvo do grupo criminoso, que recrutava as mulheres por meio, principalmente, de redes sociais.

A Operação Ninfas teve abrangência internacional, sendo deflagrada simultaneamente nas províncias de Ourense e Pontevedra, na Espanha, e em Goiás e no Distrito Federal. Aqui, os policiais cumpriram quatro mandados de condução coercitiva e outros quatro de busca e apreensão. O líder da quadrilha, que está entre os presos, também teve seu mandado de prisão expedido no Brasil. Todos os envolvidos responderão por tráfico internacional de pessoas para fins de exploração sexual.

De acordo com informações da PF, durante a operação ainda foram apreendidos boletos bancários de remessa de dinheiro ao Brasil, passagem aéreas e veículos da quadrilha. Os bens e contas bancárias dos acusados foram bloqueados. Essa foi a segunda grande operação conjunta entre as polícias brasileira e espanhola para combate ao tráfico de pessoas deflagrada neste ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s