Asilo humanitário


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta sexta-feira a disposição de conceder asilo humanitário ao norte-americano Edward Snowden, o ex-agente da CIA responsável pela revelação de dois programas ultrassecretos de espionagem eletrônica promovidos pelos Estados Unidos.

“Na condição de chefe de Estado e de governo da República Bolivariana da Venezuela, decidi oferecer asilo humanitário ao jovem estadunidense Edward Snowden, para que possa vir a viver livre da perseguição do império”, declarou Maduro em uma cerimônia para celebrar a independência venezuelana.

Snowden está foragido desde que vazou as informações sobre os programa de espionagem generalizada de cidadãos norte-americanos e estrangeiros pelos EUA, no mês passado. Em 23 de junho, ele saiu de Hong Kong com destino a Moscou e encontra-se atualmente na zona de trânsito do aeroporto internacional moscovita.

Ao anunciar a oferta de asilo humanitário, Maduro disse ter expressado “a vontade de diversos governos latino-americanos”. Na véspera, o herdeiro político de Hugo Chávez manifestou a intenção de rejeitar um pedido prédio de extradição feito pelos Estados Unidos ao Ministério das Relações Exteriores da Venezuela.

O asilo humanitário é regido por uma convenção internacional e pode ser concedido a estrangeiros em risco de perseguição em seus países de origem.

Segundo Maduro, Snowden é um “rebelde valoroso” que merece “ser protegido por humanidade”. O governo dos EUA acusa Snowden de espionagem e roubo de propriedade do governo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s