Transformistas e travestis


Retratos de transformistas, travestis e personagens do teatro underground (ambiente cultural que procura fugir dos modismos e dos padrões comerciais) de São Paulo, produzidos por Madalena Schwartz (1921-1993), estão em exposição no Centro de Cultura, Memória e Estudos da Diversidade Sexual, mais conhecido como Museu da Diversidade, que fica na estação República do Metrô. A curadoria da exposição é de Jorge Schwartz, filho de Madalena e diretor do Museu Lasar Segall.

A exposição, chamada Crisálidas, é parte das comemorações do mês do Orgulho LGBT e da Parada do Orgulho LGBT, e é promovida pela Secretaria de Estado da Cultura em parceria com o Instituto Moreira Salles. A mostra é composta por 34 imagens clicadas pela fotógrafa ao longo dos anos 1970. Interessada pela androginia e pelo transformismo, Madalena se aproximou do universo LGBT de São Paulo e começou a fotografar. As imagens foram feitas em um estúdio improvisado no apartamento onde Madalena morava. A exposição é gratuita, e permanecerá aberta até o dia 30 de setembro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s